Cachorro no carro

Veja como usar cinto para transportar seu cachorro no carro

Para transportar o seu animal de estimação com segurança, utilize um cinto de segurança próprio, veja também outras alternativas.
Todo mundo que tem um cachorro de estimação com certeza quer o melhor para o bichinho, tanto no quesito conforto como em segurança para o animal. Portanto, na hora de pegar a estrada com o pet, é essencial tomar alguns cuidados.
Se você vai passear de carro com o seu cachorro, é indispensável que o bichinho utilize cinto de segurança, caso esteja no banco do passageiro, no banco de trás.
Além de ser mais seguro para o seu bicho de estimação, a proteção do cachorro está prevista no Código de Trânsito Brasileiro, no caso de transporte do animal no seu carro de passeio.
Conduzir animais no carro sem nenhum tipo de proteção é considerada uma infração grave, com multa de R$ 195,23 e cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação. Dependendo da gravidade e dos riscos aos quais o animal está exposto, é possível até mesmo que o carro seja apreendido.
Levar o cachorro à esquerda do motorista, entre os braços ou as pernas também não é permitido. A prática é considerada uma infração média, passível de multa de R$ 130,16 e quatro pontos na carteira.
Desta forma, é essencial tanto para a sua segurança e a do seu animalzinho, quanto para o seu próprio bolso, que o seu cachorro esteja protegido quando for transportado no carro. Para isso, o cinto de segurança é uma opção viável e segura.

Modelos de Cintos

Cachorro no carro
Existem diversos tipos de cinto de segurança para o seu cachorro. Por mais que o item de segurança seja muito mais comum (e inclusive obrigatório) para humanos, há uma variedade do item para os pets.
Os especialistas no assunto recomendam o uso do cinto de segurança de peitoral, que protege todo o corpo do animal e diminui muito as chances de ferimentos graves. Tanto em um acidente quanto em uma freada brusca, os impactos são muito menores quando esse tipo de cinto é utilizado.
Contudo, existem opções mais simples, que protegem menos o animal, mas impedem que eles fiquem circulando dentro do carro. Uma alternativa é o cinto que é fixado na coleira do bichinho. Neste caso, porém, o animal fica mais vulnerável em caso de colisão é há o risco de ferimentos, principalmente na região do pescoço do cachorro.

Outras Alternativas

Cachorro no carro - caixa
Além do cinto de segurança para o cachorro, existem outras opções para o transporte dos pets. Uma delas, que é mencionada como a mais segura, é o uso de caixas para transporte.
Existem diversos modelos, tamanhos e formatos de caixas de transporte, que podem ser feitas dos mais diversos materiais também.
De qualquer maneira, é preciso que a caixa de transporte seja colocada em um local seguro, evitando o colo do motorista, por exemplo. O que também pode resultar em uma multa e causar uma colisão.
Levar o cachorro na caçamba do carro também não é permitido, portanto esteja sempre de olho nas regras de segurança na hora de transportar o seu bichinho de estimação e evite acidentes graves que o envolvam.