Marcador

Água no radiador, não deixe o motor com sede

Você tem o costume de fazer uma checagem geral no seu carro com frequência ou deixa isso apenas para quando vai fazer viagens longas? Se a sua resposta é a segunda opção, é possível que você venha a ter problemas.
Periodicamente, é preciso que você cheque diversos itens do seu veículo. Entre os mais importantes está a água do radiador. Caso você esqueça-se de repor o líquido, é possível que o carro sofra com um dano irreparável, correndo o risco até mesmo de fundir o motor.
Outra coisa que você precisa saber é que, na verdade, o que vai no radiador não é exatamente água. Bateu a curiosidade de saber que líquido deve ser utilizado na peça? Veja como cuidar melhor do seu veículo com as dicas abaixo!

Sistema de arrefecimento

Para saber a importância de colocar água no radiador do seu veículo, é necessário que você conheça o sistema de arrefecimento do carro. O mecanismo é composto por uma válvula termostática, de vácuo e de pressurização, além de um reservatório de expansão, fluído de arrefecimento, bomba d’água, sensor de temperatura do motor e um eletroventilador.
A válvula termostática divide o líquido do motor e do radiador. Assim, a peça faz o controle da temperatura do motor e libera um líquido quente ao radiador para ser resfriado. Após o processo de resfriamento, o líquido volta para o bloco do motor.
Um interruptor térmico liga uma ventoinha caso o ar que está passando pela peça não seja suficiente. Em geral, isso ocorre em congestionamentos, por exemplo. O interruptor é acionado quando os discos metálicos se dilatam com o calor.

Falta de água no radiador

Mesmo com a ventoinha funcionando a todo vapor, se houver falta de líquido, o motor pode sofrer com superaquecimento, danificando o componente e também a chamada bomba d’água.
Se faltar líquido no radiador, o motor pode fundir e você terá que levar o carro para uma oficina para passar por um serviço de retífica, algo que não é nada leve para o bolso.
A situação ideal é que você não se esqueça de colocar o líquido. Contudo, se um dia isso ocorrer, você precisa tomar cuidado para não sofrer um acidente. Antes de abrir o reservatório, ao perceber que está seco, é obrigatório que você desligue o carro e aguarde aproximadamente 15 minutos.
Se isso não for feito e você abrir o compartimento antes, a água quente pode ser lançada contra o seu corpo, por conta da pressão, causando queimaduras graves. Colocar água fria no radiador também é uma atitude não recomendada, pois você poderá causar um choque térmico.

Como colocar a água e aditivos no radiador

Para trocar o líquido do radiador é preciso retirar o antigo antes de colocar o novo. Apesar de o número variar, em geral, cada carro demanda aproximadamente quatro litros de água.
Na verdade, o líquido que colocamos no radiador não é composto totalmente por água, pois isso causaria ferrugem ao motor. Na verdade, o que vai no compartimento é um líquido de arrefecimento e aditivos. Trata-se de um composto que tem 50% da fórmula com água e a outra metade com aditivo, utilizando uma substância chamada etilenoglicol.
Em uma situação de emergência é até possível colocar água comum no compartimento, mas a prática deve ser evitada. Se um dia for preciso que você tome a medida, busque fazer a troca para o líquido de arrefecimento o quanto antes.

Faça uma revisão no seu veículo

Visite uma concessionária do Grupo Saga e agende uma revisão no seu veículo!

A Saga é uma das maiores concessionárias do país e possui lojas em Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso e Rondônia. Veja a concessionária mais perto de você e agende já uma revisão!